Menu-Cat

Resenha: A Maldição do Tigre - Colleen Houck


Editora: Arqueiro
Nota: 2,5 🌟's




SINOPSE: Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.



        Foi difícil ler esse livro e, pela primeira vez em muito tempo, quis abandonar uma leitura. Apesar de achar incrível a ideia de uma fantasia que aborde a mitologia hindu, a história não me conquistou.

        A primeira cena a não me descer de jeito nenhum foi a descoberta de Kelsey sobre o Ren. Depois de um - mínimo - susto inicial, ela sentou e aceitou muito tranquilamente a história dele como se fosse algo surpreendente, mas não impossível. Apesar de sabermos ser fantasia, a personagem não sabe. Portanto, a não ser que ela acreditasse previamente que homens pudessem se transformar em tigre, a reação dela não me convenceu, já que ela estava em um local estranho, sozinha com um cara que alegava ser um tigre, e ele nem se transformou na sua frente - inicialmente.

        Como vemos em muitos livros, o clichê com relação à personagem principal feminina que não se acha bonita e deixa isso sempre claro quando elogiada por alguém, permanece.  Assim como ficar reparando a cada cena no peito esculpido e musculoso do personagem principal masculino.
Nada nas atitudes dela nem nas dele me agradaram, para ser sincera. Tanto Ren quanto Kishan, seu irmão, me pareceram incisivos, mesmo Kishan sendo mais, com seus constantes comentários provocantes. Outra coisa que não me convenceu foi a relação e empolgação de Kelsey com relação a Kishan quase que instantânea.

        Falando sobre a edição: Capa lindíssima, mas em algumas partes de anotações específicas do livro, como textos, poesia, enfim... a letra escolhida dificultava um pouco uma leitura rápida, algo que não me agradou muito.

        No todo, o livro estava até me agradando no início. Mas a partir da transformação de Ren, vários pontos foram me deixando desanimada. Sinto que ele poderia ser muito mais, mas nem as suas aventuras conseguiram me animar. Infelizmente foi um livro que não me deu nenhuma vontade de ler as continuações e descobrir o desfecho da história.

Unha da semana: Vaidosa


Boa tarde, meus amores! Tudo bem?
Hoje trouxe um esmalte que até hoje tento me decidir se é azul ou roxo (sabe aquela cor bem no meio? É essa!) e que sou completamente apaixonada! O "Vaidosa" da Jade.






Passei 2 camadas e cobriu perfeitamente. Para dar um brilho a mais, usei o Top Coat da Impala por cima. Na filha única escolhi uma base fosca e apliquei 3 pedrinhas para dar um up na esmaltação.

O que acharam?


Resenha: Biblioteca de Almas - Ransom Riggs


Editora: Intrínseca 
Nota: 5,0 🌟's + 💖

"Conheço vocês há apenas algumas semanas, mas parece muito mais que isso. Vocês são os melhores amigos que já tive. E é estranho pensar que há apenas alguns meses eu estava em minha casa e nem sabia que vocês eram reais."



SINOPSE: Jacob jamais pensou que fosse embarcar em uma aventura como essa. Depois de perder o avô, conhecer crianças com habilidades peculiares em uma fenda temporal e partir pelo mar em busca da cura para a única que pode ajudá-los a enfrentar os terríveis acólitos, ele finalmente vai se deparar com a inevitável conclusão dessa turbulenta jornada.
Partindo da Londres dos dias atuais, Jacob, Emma e Addison - um cão com faro especial para encontrar crianças perdidas - percorrem as ruelas do chamado Recanto do Demônio, uma complexa fenda temporal que abriga todo tipo de vícios e perversões. É ali que o destino de peculiares de toda a parte será decidido de uma vez por todas.



        Eu só tenho elogios para com essa história! A escrita do Ransom Riggs tem o poder de te fazer vivenciar cada situação como se estivesse do lado de cada personagem. Como se você fosse um Peculiar. E não tem forma mais maravilhosa de se conectar com uma história, do que sentir que tudo nela faz parte de você.

        Esse livro foi fantástico! Não consigo imaginar um final melhor para essa trilogia, que virou minha favorita da vida! Uma aventura sem pausas, incrível, repleta de ação e emoção! Você tem a sensação, conforme passa por tudo com as crianças, de que se passou muito tempo, e não apenas semanas. Esse foi um dos motivos por eu ter me apegado tanto a cada um deles!

        Biblioteca de Almas me fez sentir, temer e chorar de saudade - quando chegou ao fim. Foi uma experiência fantástica, que me prendeu por toda a trajetória. É um livro completo, com um enredo original e personagens extremamente cativantes, e você se percebe irremediavelmente presa - e sem querer sair. Os personagens novos só deixaram tudo ainda melhor, e me cativaram tão rápido quanto os já conhecidos e amados por mim.

        Acho que uma história realmente te toca, quando você vira a última página e sente a vontade inexplicável de começar tudo de novo, só para ficar ali um tempinho a mais.

"E me ocorreu, ali parado, só respirando com ela, o silêncio caindo à nossa volta, que aquelas podiam ser as duas palavras mais lindas do mundo.
Temos tempo."


Unha da semana: Combinações com coral!


Boa tarde, meus amores! Tudo bem?

Hoje trouxe duas inspirações de unhas para quem quer fazer uma quase "filha única" diferente!




Que eu amo amarelo e rosa não é segredo, e a dinâmica permanece no coral! Acho que as duas cores ficaram muito bem juntas! E a película ajudou, não é?


Essa combinação foi para relembrar minha adolescência porque eu era apaixonada por verde e coral juntos. Tudo que eu visse das duas cores combinadas queria pra mim! Essa fase passou há tempos, mas não resisti a um pouquinho de nostalgia.

O que vocês acharam desse estilo de combinação? Me contem <3



Resenha: Extraordinário - R. J. Palacio


Editora: Intrínseca 
Nota: 5,0 🌟's + 💖



SINOPSE: Auggie é uma criança de 10 anos que nasceu com uma síndrome genética que o deixou com deformidades faciais, fazendo com que ele passasse por diversas cirurgias. Educado em casa até então, Auggie se prepara para frequentar uma escola de verdade. Se ser aluno novo já não é fácil, com um rosto diferente é ainda mais difícil. Ele vai ter de convencer seus colegas que, apesar de sua aparência diferente, ele é um menino igual a todos os outros.



        Lindo, divertido e extremamente emocionante, esse livro deveria ser uma "parada obrigatória" a todas as pessoas.

        A escrita é maravilhosa, e achei incrível que a narrativa seja dividida entre os personagens, mostrando o ponto de vista deles e seus sentimentos com relação ao Auggie. Em primeira pessoa, a sensação que tive foi de estar sentada com cada um deles, ouvindo o que tinham a dizer - e como tinham coisas a dizer.

        Mesmo seguindo uma linha humorística para deixar a leitura leve, o livro aborda, do início ao fim, temas incrivelmente importantes. Acima de tudo, o preconceito e a aceitação, a  visão que temos sobre o que é diferente e como lidamos com essa diferença.

        E o que falar do Auggie? Esse menino doce, que, acima de tudo, só quer ser visto como uma criança normal - exatamente o que ele é. Passar com ele por essa trajetória de início de escola, novas amizades e bullying, me fez abrir ainda mais os olhos para como lidamos com as pessoas ao nosso redor.

        Esse livro te faz sentir - e muito! -, se emocionar, amar (como não amar a família do Auggie?), e refletir. Acredito que, quanto mais refletirmos sobre a vida, mais vamos aprender o sentido dela. Mais vamos aprender a amar, respeitar, cuidar. Mais vamos querer estar perto de pessoas carinhosas, amorosas, leais e divertidas. Mais vamos lutar pela igualdade de todos e por todos. E mais do que tudo, vamos saber que todo mundo, independente de como seja por fora, todo mundo é extraordinário.