Menu-Cat

Resenha: Não Olhe Para Trás


Editora: Farol Literário
Nota: 5,0 🌟 + 💖
 
        Bom dia, meu amores! Como vocês estão?

        Quem acompanha meu blog/instagram há algum tempo talvez não saiba que eu sou a louca dos livros. Sempre fui muito apaixonada por leitura, mas nunca via "oportunidade" para fazer algo a mais com essa paixão. Recentemente, me deparei com a vontade gritante de criar um bookstagram (instagram voltado para livros) para compartilhar esse meu amor antigo com vocês. Começarei a postar resenhas de livros aqui no blog também, para quem se interessa por esse mundo das palavras!

        O primeiro livro escolhido foi "Não Olhe Para Trás" da Jennifer L. Armentrout. Como eu cheguei nele? Bom...


        Sabe quando você está naquela situação de estar louca para ler algo, mas não tem ideia do quê? Fui procurando por sinopse atrás de sinopse até me deparar com essa:


 Samantha é uma jovem de 17 anos, rica e popular que, depois de passar quatro dias desaparecida, retorna ferida e desmemoriada. A nova Samantha não se reconhece no retrato de menina má e mimada que todos à sua volta começam a pintar. E logo descobrirá que foi a última a ver Cassie, a garota com quem mantinha uma relação confusa de amizade e rivalidade e que desapareceu no mesmo dia que ela. O que aconteceu na noite fatídica em que as duas sumiram? E por que Samantha foi a única a reaparecer? Não olhe para trás é um daqueles suspenses que só paramos de ler para tentar nos antecipar à autora e descobrir qual é o mistério. 

        O plot me interessou, então minha leitura da vez estava, finalmente, escolhida!

        A história começa com uma menina, que aparece ensanguentada e perdida, sem ter noção de onde está e de quem é. Ela é levada ao hospital, onde encontra seus pais pela "primeira vez" desde que se lembra, e descobre estar desaparecida há alguns dias. Em casa, se depara com uma vida da qual não tem lembrança alguma e não sabe como lidar com isso. Seu irmão, o amigo de seu irmão - que parece detestá-la - seu namorado e suas amigas. Tudo parece estranho e completamente novo.
Samantha. Mesmo ao som de seu nome, nenhuma memória a atinge. Mas algo dentro dela muda ao saber que ela não estava sozinha na noite em que desapareceu. Cassie, sua melhor amiga, estava com ela. E nunca mais foi vista.

        Sem memórias, mas obstinada a descobrir o que aconteceu, Sam trava uma luta interna para ir atrás da verdade. Ela não sabe em quem confiar, e não sabe se pode confiar em si mesma, já que, pelo que contam, ela não é a garota mais inocente do colégio. Bully, arrogante, filha de uma das famílias mais ricas da região, a antiga Samantha tratava a tudo e todos com superioridade, não se importando em machucar cada um que passasse pelo seu caminho. Agora, tendo contato com tudo pela primeira vez após a perda da memória, Sam não sente que faz parte desse grupo e não consegue agir como normalmente faria. Suas amizades não parecem reais, seu namorado parece esconder algo e ela tem a constante sensação de estar sendo perseguida.

        Quando flashs daquela noite começam a surgir, e ela a duvidar de que a amiga esteja viva, uma pergunta crucial passa a assombrá-la: Se Cassie estava morta, quem a matou? Havia uma terceira pessoa espreitando naquela noite ou a culpada de tudo foi a própria Samantha?

        Esse, sem sombra de dúvidas, foi um dos livros mais interessantes que já li. Mostra o vai e vem da popularidade, da amizade, e claro, do amor. Tudo com um toque magnífico e profundo de suspense e mistério. E o final? Surpreendente!! Vale muito a pena ler! Já foi para o topo dos meus preferidos!



Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário