Menu-Cat

Resenha: Ecos - Pam Muñoz Ryan


Editora: Darkside
Nota: 5,0 🌟's + 💖

 "Eu acho que a oportunidade de fazer música é um presente que todos devem receber pelo menos uma vez na vida, mesmo que não o desembrulhem por completo."


        SINOPSE: A aventura começa cinquenta anos antes da Primeira Guerra, quando o pequeno Otto se perde na Floresta Negra e encontra as três irmãs encantadas, prisioneiras de uma velha bruxa, que conhecia apenas das páginas de um livro, e acreditava ser apenas uma lenda. Como em um passe de mágica, as irmãs o ajudam a encontrar o caminho de casa. E Otto promete libertá-las, levando o espírito das três dentro de uma inusitada gaita de boca.
Ao longo dos anos, o instrumento chega à mão de novos donos: um menino que vê seu sonho de se tornar músico interrompido pela ascensão do nazismo; um jovem pianista prodígio que vive num orfanato e luta para não ser separado do irmão caçula; uma filha de imigrantes mexicanos que cuidam de uma casa de japoneses enviados à um campo de concentração dentro dos Estados Unidos, durante a Segunda Guerra. Personagens com dramas diferentes, mas um amor transformador pela música. Cada um à sua maneira, eles são afetados pela magia das irmãs.




        Esse foi um livro que abalou minhas estruturas, como todos os que retratam a guerra fazem comigo. A dor quase palpável sentida pelos personagens foi sentida por mim também. Todas as histórias são carregadas de emoções e sofrimento pessoal, e uma luta que vai muito além da Guerra.

        A fantasia que envolve este livro não é daquelas cheias de aventuras com monstros e magia como estamos acostumados, e sim, introduzida ao enredo de forma sutil. De início foi estranho aceitar que existia o fantástico ali, pois tudo parecia muito "real", mas a presença da magia estava contida em um importante objeto que viajou pelo mundo, ligando nossos 3 protagonistas: uma gaita.

        Com certeza um dos melhores livros que li ano passado, provavelmente um dos melhores da vida. A trama é dividida em 3 partes, inicialmente, cada uma contando a história de um personagem. E o final de cada parte me deixava com o coração na mão! Não quero falar sobre o final para não correr risco de soltar spoiler, mas só posso dizer que meu coração foi preenchido de tal forma, que fiquei um bom tempo ouvindo música no fone, deitada na cama com o livro no peito, completamente emocionada.

        Foi um livro feito para ser devorado, porque você quer chegar logo ao final e descobrir o que acontece com cada um deles, porque as coisas não poderiam terminar como parecem, certo? Bom... isso vocês mesmos terão que descobrir.

        Com uma escrita fluída e personagens cativantes, além de uma capa linda, esse livro foi uma das melhores aquisições de 2017!

        Se você gosta de histórias emocionantes, cliffhanger, e música, esse livro vai tocar fundo o seu coração, assim como tocou o meu.

        "Não importa o quanto você não tem, há sempre muito mais na vida para se ter. Portanto, não importa quanta tristeza exista numa canção, vai sempre existir a mesma quantidade de 'talvez as coisas melhorem em breve'".


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário